Notícias

Quase 2 mil bombeiros seguem combatendo incêndio que matou 62 no centro de Portugal

Por Agência Brasil, 19/06/2017 às 08:21

Texto:

 

Quase 2 mil bombeiros continuam combatendo o fogo, nesta segunda-feira (19), no centro Portugal, em um incêndio que já causou 62 mortes, segundo os últimos números da Defesa Civil do país.

Foi impossível controlar durante a noite o fogo, que afeta os distritos de Leiria - onde começou o incêndio no sábado (17) e onde se concentram mais meios de combate -, Coimbra e Castelo Branco, todos no centro do país.

Os últimos dados oficiais atualizaram para 62 o número de mortos e 62 o de feridos, dois dos quais permanecem em estado grave.

Leia também: Ministro português convoca reunião para tratar de incêndio que matou ao menos 61

Ministro português convoca reunião para tratar de incêndio que matou ao menos 61

Espera-se que ao longo da manhã cheguem mais dois aviões procedentes da Espanha, além de ajuda da França, para controlar a situação.

A causa mais provável do incêndio foi a queda de um raio em uma árvore, segundo disseram fontes da Polícia Judicial à Agência EFE.

Escreva seu comentário

Preencha seus wdados

ou

    #ItatiaiaNasRedes

    RadioItatiaia

    Yunes diz que contou a Temer sobre 'envelope lacrado grosso' de Funaro. https://t.co/vl8kIq7mH8 https://t.co/zWUcHSTvkL

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Kalil diz que protesto na Afonso Pena foi ‘político’ e chama sindicalistas de ‘pelegos’: https://t.co/oMwXAZ8p6L https://t.co/ZiuKa6Oypz

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    Yunes diz ter detalhado "para Michel Temer sobre o tal pedido, alguns dias depois, e que inclusive falou para Michel Temer que ficou estarrecido com a 'tal figura delinquencia...

    Acessar Link

    RadioItatiaia

    “A gente tem que educar esse prefeito Kalil e essa polícia a tratar bem manifestantes porque é nosso direito lutar pelo que a gente acredita”, rebateu diretora do sindicato.

    Acessar Link